sábado, 5 de dezembro de 2009

Servir


Lembra a enquete que fiz aqui no Blog?


Dois anjos de Deus receberam uma ordem para cuidar de um castelo 1 ano.
Um deles no trono, rodeado de ouro e pedras preciosas,
o outro do lado de fora, protegendo,
por conta disso estava sempre sujo e mal-cheiroso.
Qual deles voltou mais feliz ao céu ?
Bom, em resposta a ela:

Na verdade, foram os dois!!!
Isso mesmo, quando eu ouvi essa histórinha eu também achei que era o que estava do lado de fora, como alguns votaram na enquete.

Mas sabe por que os dois voltaram felizes ao céus?
Porque os dois serviram a Deus. E assim é o verdadeiro servo, pra ele não tem hora nem lugar, aonde mandar ele vai; por mais que a vontade dele não seja essa, ele vai porque está ali pra servir.

Servir no dicionário é:   Ser útil, vantajoso.
                                    Ser favorável.

Foi você que se colocou em condição de servo, disse pra Deus te usar, até canta aquela musica “Como um farol que brilha a noite, como ponte sobre as águas...” , mas na hora do ‘vamos ver’, na hora de provar, sai fora... Foge! Sinceramente, pra mim isso não é ser servo. Não é todo mundo que faz o que gosta na Obra de Deus, mas fazem com carinho, de coração, porque sabem que Deus vai honrar, e que servo não escolhe aonde quer servir. Apenas vai.

Dia desses passei por uma situação dessas, que me fez refletir e me "inspirou" a escrever sobre isso. Em um próximo post eu conto.



Deus abençoe!




2 comentários:

Hugo disse...

Olá Amanda!

Olha é como eu sempre digo: A vontade de DEUS não é nossa vontade!

Afinal, que "graça" haveria fazer algo que não houvesse dificuldade,um objetivo?

Quando fazemos a vontade de DEUS de todo o coração, aquilo que outrora era cansativo, passa a ser algo prazeroso!

Devidos as nossas falhas e fraqueza, sempre estamos contando com DEUS, porém na hora que Ele precisar, temos que está á disposição!Isso chame-se: parceria

Na fé!

amigodcristo disse...

Graça e paz seja contigo Amanda!
Legal essa postagem, parabéns pela criatividade!
Olha só crescemos espiritualmente quando compreendemos quando apredemos a minima da renuncia, quando praticamos a boa e reta vontade de Deus.
Seja ela em favor do Reino ou em prol do próximo.
Deus se agrada quando caminhamos com nossas próprias pernas, e deixamos a meninice e rompemos para um nivel de exatidão em direção a obediência por amor e não por obrigação!
Amada em Cristo parabéns pelo seu post.
Shalom boa semana!

Aos Solteiros ;-)

Como saber se é a pessoa certa para mim?