sexta-feira, 26 de março de 2010

Adorar ou Salvar?

Quarta-feira à noite, ainda muito jovem na fé, ouvi meu pastor dizendo: Vamos entrar no Santo Lugar e apresentar incenso de louvor ao nosso Deus.

Com a igreja repleta o povo curtia o perfeito clima de adoração e louvor. Do órgão saía som que atraía os fiéis ao altar. Emoção muito forte. Parecia até a congregação dos eleitos no Céu.
O som melodioso dava a impressão de que havia um coro de anjos e remidos diante do Trono do Altíssimo.
Aquele momento foi inesquecícel…
Mas ao mesmo tempo uma sensação estranha tomou conta de mim. Meu coração foi invadido por uma tristeza profunda. É que um som ensurdecedor vindo de fora gritava:
Tem compaixão de nós!…
Então me veio a visão de gente desesperada sendo conduzida ao inferno pedindo ajuda.
Das duas uma: ou me ajuntava aos adoradores ou corria em busca dos perdidos!
Então surgiram as perguntas:
Por que Deus estava me dando aquela visão? O que Ele queria de mim? O que Ele faria em meu lugar?
Qual a maior expressão de gratidão a Deus: adoração ou salvação de almas?

“Como quem se despe num dia de frio e como vinagre sobre feridas, assim é o que entoa canções junto ao coração aflito.” ( Pv 25:20 )

No céu teremos toda a eternidade para adorá-Lo.

Bispo Macedo
 

Um comentário:

Hellen Dayane disse...

Oi, amei seu blog, tembém estou montando um, entre, siga, deixe seu comentario e sugestão(é claro se quiser), o link dele é

wwwminimosdetalhes.blogspot.com

Espero que goste.

Permanecendo na fé,
Hellen Dayane.

Aos Solteiros ;-)

Como saber se é a pessoa certa para mim?